segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Uniforme é bom!

Só entendi o verdadeiro valor e função do uniforme depois que passei da idade de usá-lo. (O quer não é muito estranho de se esperar de mim kkk)

Pois bem, a Laura começou a frequentar o berçário logo após o término da minha licença maternidade. Não adotei o uniforme desde o início porque não há numeração para bebês.

No entanto, passado mais de um ano, notei que todos os seus amiguinhos usavam uniforme, mesmo minha F5, foi quando resolvi comprar.

E não é que ela é a F5 uniformizada mais linda do jardim de infância?
(Aos meus olhos, claro.)

Foi tão bom, melhor coisa que eu fiz. Nossa, como economiza roupa. O tecido é fácil de lavar e secar, percebi que quando eu mostro o uniforme pra ela ela sabe que é hora de ir à "escola", fora que, segunda a pedagoga, o uniforme serve para criar um vínculo entre as crianças e a intituição.
(Será que esse negócio de "vínculo" é lorota?)

Agora que ela não usa mais roupas normais para ir ao mini-maternal (sim, ela já se "formou" no berçário) percebo como a Laurinha tem roupas. Não vou conseguir usar todas esse mês.

RAPIDINHA 1: Esse final de semana levei a Laura para pular na cama elástica de novo. Meu marido está disposta a gastar R$ 1.500,00 e comprar uma pra ela. Disse que não vale a pena. à uma, não temos onde colocá-la. À duas, uma cama elástica profissional em casa, perde a graça, pois o gostoso é a expectativa do "quando".

RAPIDINHA 2: Laura está com febre, depois do trabalho e depois do eu dentista a levarei no médico. Hoje estou me sentindo péssima, pois deixei a minha filha em último lugar!

RAPIDINHA 3: Ontem a Laura cismou de querer mamar em mim... Pô logo agora? Porque ela não pensou nisso quando tinha um mês de idade?????

RAPIDINHA 4: Prometi para meus familiares e amigos tirar um retrato da Laura uniformizada. Mas a máquina digital quebrou.
(Não deixem de ler meu próximo post sobre "ser pobre é uma merda"! A primeira vez que economizei legal, veio uma série de gastos extras)

RAPIDINHA 5: Às vezes me perguntam por quê eu chamo a Laura de F5. A expressão F5 é classificação de um tornado. Tornado é um fenômeno meteorológico formado por um pequeno e intenso redemoinho de vento resultante da baixa pressão atmosférica durante tempestades. Na classificação F5, este tornado chega ao chão arrasa tudo o que encontrar pela frente.

3 comentários:

KaKá, mãe da Laura disse...

AI Fabi... adorei hehehehe...
A Laura já vai de uniforme pra escolinhaaa.. eu acho um barato... ja tirei mil e quinhentas fotos... acho que tem até algumas no orkut... e é bom pq ela suja o uniforme mesmo, nao suja roupinhas que as vezes precisa pra ficar gatinha pra passear no shopping kkkkk

Minha Laura tb é louca com uma cama elastica... ela quase morre de paixao qndo vai em festa e tem uma... detalhe: ela tem que entrar no meio na molecada, nao adianta entrar sozinha nao ¬¬'

Bjos pra vcs
Kaká e Laura Tsunami (nem precisa explicar o tsunami né kkkkk)

Trícia disse...

Acho que a Giovanna é a mais light de todas...

Cama elástica? O que é isso? rs :D

Eu quero um retrato da Laurinhaaaa.........

Amiga, obrigada por ter vindo na minha festa. Amei a presença de vcs, rs.

Ylana, disse...

amiga
amei seus comentário...adorei o f5...aqui eu chamo guigui as vezes de tsunami..rsrsrs

parabéns.

bjs