sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Flores Roubadas

Passei boa parte da minha primeira infância roubando flores do quintal alheio.
Naquela época, avistar uma bela flor me incitava a formar um pequeno bouquet para dar à minha mãe.
Ainda me lembro dela recebendo meus pequenos ramalhetes... ela sempre elogiava a beleza das flores, agradecia e colocava na água.
Nesta segunda-feira, fui almoçar fora com minha mãe e minha filha. Já na saída do restaurante peguei as duas roubando flores dos vasos que enfeitavam o estacionamento do estabelecimento.
Fingi que não vi.
Logo depois, veio a Laura me entregar tais flores. Ao receber, elogiei e agradeci.
Dizem que a fruta não cai longe da árvore....

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

A APENDICITE versus APRESENTAÇÃO DA LAURA







A festa de confraternização da escolinha da Laura estava marcada para o dia 29.11.2008. Neste dia, a Laura apresentaria uma dança. O tema era Japão, aproveitando o projeto pedagógico das Olimpíadas.


Me preparei para este dia, aguardei ansiosa, contratei um profissional para as fotos e filmagens.


No entanto, fui cometida por uma apendicite na véspera e tive que ser submetida à uma cirurgia de emergência. Apesar de já ter passado por 04 cirurgias (duas neurológicas, uma abdominal e cesárea), desta vez tive medo de morrer.

Mesmo assim, falei pro Émerson manter a rotina da Laura, levá-la na apresentação, afinal, a Laura estava super empolgada e sempre era elogiada pela professora nos ensaios. Eu não poderia fazer isso com ela!


No sábado, o Émerson me aparece na sala de recuperação cirúrgica com o vídeo da apresentação da Laura, ele chorava mais do que eu. Estava orgulhoso da filha, mas não deixaram a Laura entrar no Hospital, sob a alegação de que a direção não permite crianças de pouca idade circulando pelo mesmo.


A Laura ficou na recepção, me esperando, ainda fantasiada de gueixa... foi embora sem me ver.


Hoje em frente ao DVD, eu e ela fizemos sua coreografia (que limita-se a abanar o leque e bater palmas kkkk), mas pelo menos, recuperamos o que foi perdido.


Ah, as fotos postadas acima, são dela na recepção do hospital, aguardando a autorização para me visitar, que não foi concedida! O vídeo abaixo é da apresentação. A Laura é a menina do centro com leque na mão!



video